Pular para o conteúdo

5 passos para reservar voos baratos, veja como economizar

reserva de voos baratos
reserva de voos baratos

Viajar é uma forma de expandir nossa mente e nossos horizontes, conhecer novas culturas, lugares e pessoas, aprendemos sobre diferentes perspectivas e formas de viver. Mas nem sempre é fácil encontrar passagens aéreas que caibam no nosso orçamento. Por isso, se você quer economizar na sua próxima viagem, siga estes 5 passos para reservar voos baratos:

1. Planeje com antecedência

Quanto mais cedo você começar a pesquisar, maiores são as chances de encontrar promoções e ofertas. Uma boa dica é usar sites e aplicativos que comparam preços de diferentes companhias aéreas, como o Skyscanner ou o Kayak. Você também pode criar alerta de preço para receber notificações quando o valor da passagem mudar.

Esses sites e aplicativos permitem que você veja as variações de preço ao longo do tempo, o que pode ajudar você a escolher o melhor momento para comprar. Além disso, eles também mostram as opções mais baratas conforme o seu destino, a sua origem e a sua data de viagem.

O ideal é que você comece a pesquisar pelo menos três meses antes da sua viagem, pois os preços tendem a aumentar conforme a data se aproxima. Mas se você tiver a sorte de encontrar uma boa oferta, não hesite em comprar, pois ela pode acabar rapidamente.

2. Seja flexível

Se você tiver a possibilidade de viajar em datas e horários alternativos, poderá economizar bastante. Geralmente, os voos mais baratos são aqueles que saem ou chegam em dias da semana, especialmente nas terças e quartas-feiras, e em horários menos concorridos, como de madrugada ou de manhã cedo. Você também pode optar por voos com escalas ou conexões, que costumam ser mais baratos do que os diretos.

Para encontrar essas opções, você pode usar os filtros dos sites e aplicativos de busca, que permitem que você selecione as suas preferências de data, horário, duração e número de paradas. Você também pode usar a função de datas flexíveis, que mostra os preços para dias antes e depois da sua data escolhida.

Ser flexível também significa estar aberto a mudar o seu destino, caso você encontre um lugar mais barato e interessante para viajar. Você pode se surpreender com as oportunidades que podem surgir se você ampliar o seu leque de possibilidades.

3. Escolha o destino certo

Alguns lugares são mais caros para viajar do que outros, dependendo da época do ano, da demanda e da distância. Por isso, vale a pena pesquisar quais são os destinos mais baratos para o período que você quer viajar. Você pode usar ferramentas como o mapa de preços do Skyscanner, que mostra os valores das passagens para vários lugares do mundo, ou o Explore do Kayak, que sugere destinos conforme o seu orçamento.

Essas ferramentas são ótimas para quem não tem um destino definido e quer se inspirar com as opções disponíveis. Você pode filtrar os resultados por continente, país, região ou cidade, e ver quais são os lugares mais em conta para viajar. Você também pode ver as informações sobre o clima, a moeda, os pontos turísticos e as dicas de viagem de cada destino.

Ao escolher o seu destino, considere também os custos de hospedagem, alimentação, transporte e lazer que você terá no local. Às vezes, um destino pode ter uma passagem mais barata, mas um custo de vida mais alto, o que pode comprometer o seu orçamento.

4. Aproveite as milhas

Se você tem um cartão de crédito que acumula pontos ou milhas, você pode usá-los para trocar por passagens aéreas. Muitas companhias aéreas têm programas de fidelidade que oferecem benefícios e descontos para os seus clientes. Você pode se cadastrar gratuitamente e acumular milhas sempre que viajar ou comprar em parceiros. Você também pode aproveitar as promoções e os bônus que esses programas oferecem periodicamente.

Para usar as suas milhas, você pode acessar o site ou o aplicativo da companhia aérea e buscar os voos disponíveis para o seu destino. Você pode escolher entre pagar com milhas ou com milhas mais dinheiro, dependendo da quantidade de milhas que você tem e do valor da passagem. Você também pode transferir as suas milhas para outra pessoa ou para outro programa de fidelidade, se for mais vantajoso.

As milhas são uma ótima forma de economizar na sua viagem, mas é preciso ficar atento à validade e às regras de cada programa. Além disso, é importante comparar os preços das passagens com e sem milhas, pois às vezes pode ser mais barato comprar com dinheiro do que com milhas.

5. Fique atento às oportunidades

Além de seguir os passos anteriores, você também pode ficar de olho nas oportunidades que surgem ocasionalmente. Algumas companhias aéreas fazem promoções relâmpago, que duram poucas horas ou dias, e oferecem passagens a preços muito baixos. Você pode se inscrever nas newsletters dessas empresas ou seguir as suas redes sociais para ficar por dentro das novidades. Você também pode seguir sites e blogs especializados em viagens, que divulgam as melhores ofertas e dicas para viajar barato.

Essas oportunidades podem ser uma ótima chance de viajar para lugares incríveis sem gastar muito. Mas é preciso ser rápido e decidido, pois elas acabam logo. Por isso, é bom ter em mente o seu destino, a sua data e o seu orçamento, para não perder tempo nem dinheiro.

Conclusão

Seguindo esses 5 passos, você poderá reservar voos baratos e economizar na sua próxima viagem. Lembre-se de planejar com antecedência, ser flexível, escolher o destino certo, aproveitar as milhas e ficar atento às oportunidades. Assim, você poderá viajar mais e melhor, sem comprometer o seu bolso. Espero que este artigo tenha te ajudado de alguma forma e que ele tenha sido útil para você. Obrigado, até a próxima e boa viagem! 

Fonte: Techtudo

Leia também:

Como viajar sozinho: uma experiência libertadora e transformadora

Como fazer um mochilão pelo nordeste: dicas para uma viagem incrível

O que fazer em Montevidéu em 5 dias

Como encontrar seguro viagem barato com boa cobertura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *