Pular para o conteúdo

Como se hospedar de graça: 10 dicas para viajar sem gastar com acomodação

como se hospedar de graca 2
como se hospedar de graca 2

Viajar é uma das melhores experiências que podemos ter na vida, mas também pode ser muito caro. Uma das maiores despesas de uma viagem é a acomodação, que pode custar centenas ou até milhares de reais por noite. Mas você sabia que existem formas de se hospedar de graça pelo mundo, economizando dinheiro e conhecendo pessoas incríveis? Neste post, vamos te dar 10 dicas de como conseguir hospedagem gratuita em suas viagens, seja em casas, hotéis, albergues ou até mesmo em barcos!

1. Couchsurfing

O Couchsurfing é uma plataforma online que conecta viajantes com anfitriões que oferecem um sofá, um quarto ou um espaço para dormir em suas casas. É uma ótima forma de se hospedar de graça, conhecer a cultura local e fazer novos amigos. 

Para usar o Couchsurfing, você precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, interesses, experiências de viagem e referências. Depois, você pode buscar por anfitriões na cidade que você quer visitar, enviar uma solicitação de hospedagem e esperar pela resposta. 

É importante ser educado, honesto e respeitoso com os anfitriões, seguindo as regras da casa e contribuindo com algo, como um presente, uma refeição ou uma ajuda nas tarefas domésticas. Você também pode oferecer sua casa para receber viajantes, se quiser. O Couchsurfing é uma comunidade baseada na confiança e na troca, por isso, é recomendável que você leia os comentários e as avaliações dos anfitriões e dos hóspedes antes de se hospedar ou hospedar alguém.

2. Worldpackers

O Worldpackers é outra plataforma online que permite que você se hospede de graça em troca de trabalho voluntário. Você pode escolher entre diversas opções de trabalho, como ensinar idiomas, cuidar de animais, fazer arte, cozinhar, fotografar, recepcionar hóspedes, entre outras. Você pode se hospedar em hostels, pousadas, fazendas, ONGs, ecovilas e outros lugares pelo mundo. 

Para usar o Worldpackers, você precisa pagar uma taxa anual de R$ 189,00, que te dá acesso ilimitado a todas as oportunidades de trabalho e hospedagem, além de suporte 24 horas e seguro viagem. Você também precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, habilidades, experiências e preferências. Depois, você pode buscar por anfitriões na cidade que você quer visitar, enviar uma proposta de trabalho e esperar pela resposta. 

É importante que você cumpra com o acordo feito com o anfitrião, respeitando as horas de trabalho, as regras da casa e os direitos e deveres de cada parte. Você também pode oferecer seu espaço para receber viajantes, se quiser. O Worldpackers é uma forma de viajar com propósito, aprendendo novas habilidades, compartilhando conhecimento e fazendo a diferença.

3. House sitting

O House sitting é uma prática que consiste em cuidar da casa de alguém que viajará por um período, em troca de se hospedar de graça. Você pode ter que fazer algumas tarefas, como regar as plantas, limpar a piscina, recolher o correio ou cuidar dos animais de estimação. É uma forma de se hospedar de graça em casas confortáveis, espaçosas e bem localizadas pelo mundo. 

Para fazer house sitting, você precisa se cadastrar em um site especializado, como o TrustedHousesitters, o MindMyHouse ou o Nomador, pagando uma taxa anual que varia de R$ 100,00 a R$ 400,00. Você também precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, experiências, referências e verificação de identidade. Depois, você pode buscar por oportunidades de house sitting na cidade que você quer visitar, enviar uma candidatura e esperar pela resposta. 

É importante que você seja confiável, responsável e cuidadoso com a casa e os animais que você cuidará, seguindo as instruções do proprietário e mantendo contato com ele durante a sua estadia. Você também pode oferecer sua casa para receber house sitters, se quiser. O house sitting é uma forma de viajar com tranquilidade, segurança e economia.

4. Workaway

O Workaway é mais uma plataforma online que permite que você se hospede de graça em troca de trabalho voluntário. Você pode escolher entre diversas opções de trabalho, como ajudar em projetos sociais, ambientais, educacionais, culturais, artísticos, esportivos, entre outros. Você pode se hospedar em casas de família, comunidades, organizações e outros lugares pelo mundo. 

Para usar o Workaway, você precisa pagar uma taxa anual de R$ 180,00, que te dá acesso ilimitado a todas as oportunidades de trabalho e hospedagem, além de suporte online e seguro viagem. Você também precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, habilidades, experiências e disponibilidade. 

Depois, você pode buscar por anfitriões na cidade que você quer visitar, enviar uma mensagem e esperar pela resposta. É importante que você se comprometa com o trabalho que você fará, respeitando as horas de trabalho, as regras da casa e a cultura local. Você também pode oferecer seu espaço para receber viajantes, se quiser. O Workaway é uma forma de viajar com intercâmbio, conhecendo novas pessoas, lugares e culturas.

5. WWOOF

O WWOOF é uma rede internacional de fazendas orgânicas que oferecem hospedagem e alimentação gratuitas em troca de trabalho voluntário. Você pode aprender sobre agricultura orgânica, sustentabilidade, permacultura, agroecologia, entre outros temas. Você pode se hospedar em fazendas, sítios, chácaras e outros lugares pelo mundo. 

Para usar o WWOOF, você precisa se cadastrar no site do país que você quer visitar, pagando uma taxa anual que varia de R$ 20,00 a R$ 200,00. Você também precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, interesses, experiências e expectativas. 

Depois, você pode buscar por fazendas na região que você quer visitar, enviar uma mensagem e esperar pela resposta. É importante que você se adapte ao estilo de vida rural, seguindo as rotinas de trabalho, as regras da casa e os princípios ecológicos. Você também pode oferecer sua fazenda para receber viajantes, se quiser. O WWOOF é uma forma de viajar com natureza, saúde e consciência.

6. Troca de hospedagem

A troca de hospedagem é uma forma de se hospedar de graça em casas de outras pessoas que querem viajar para o mesmo destino que você. Você pode trocar sua casa por outra casa, ou seu quarto por outro quarto, por um período combinado. É uma forma de se hospedar de graça em casas confortáveis, equipadas e bem localizadas pelo mundo. 

Para fazer troca de hospedagem, você precisa se cadastrar em um site especializado, como o HomeExchange, o GuesttoGuest ou o Love Home Swap, pagando uma taxa anual que varia de R$ 200,00 a R$ 600,00. Você também precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, informações sobre sua casa, disponibilidade e preferências. 

Depois, você pode buscar por casas na cidade que você quer visitar, enviar uma proposta de troca e esperar pela resposta. É importante que você seja honesto, flexível e cuidadoso com a casa que você trocará, seguindo as orientações do proprietário e deixando tudo em ordem quando sair. Você também pode oferecer sua casa para receber viajantes, se quiser. A troca de hospedagem é uma forma de viajar com conforto, privacidade e economia.

7. Voluntariado

O voluntariado é uma forma de se hospedar de graça em troca de doar seu tempo e seu talento para uma causa social. Você pode escolher entre diversas opções de trabalho, como ajudar em projetos sociais, ambientais, educacionais, culturais, artísticos, esportivos, entre outros. Você pode se hospedar em casas de família, comunidades, organizações e outros lugares pelo mundo. 

Para fazer voluntariado, você precisa se cadastrar em um site especializado, como o voluntário Online, o Volunteer World ou o European Youth Portal, que oferecem diversas oportunidades de voluntariado em diferentes países e áreas de atuação. Você também precisa criar um perfil na plataforma, preenchendo seus dados pessoais, interesses, experiências e disponibilidade. Depois, você pode buscar por projetos de voluntariado na cidade que você quer visitar, enviar uma candidatura e esperar pela resposta. 

É importante que você se comprometa com o trabalho que você fará, respeitando as horas de trabalho, as regras do projeto e a cultura local. Você também pode oferecer seu espaço para receber voluntários, se quiser. O voluntariado é uma forma de viajar com solidariedade, aprendizado e cidadania.

8. Camping

O camping é uma forma de se hospedar de graça em contato com a natureza. Você pode acampar em áreas públicas, como parques, praias, montanhas, florestas, entre outros lugares pelo mundo. Você só precisa de uma barraca, um saco de dormir, um fogareiro e alguns itens básicos de camping. 

Para fazer camping, você precisa se informar sobre as regras e as condições do local onde você quer acampar, respeitando o meio ambiente e os outros campistas. Você também precisa ter cuidado com a segurança, a higiene e o clima. É importante que você deixe o local limpo e organizado quando sair. O camping é uma forma de viajar com aventura, liberdade e simplicidade.

9. Hospedagem solidária

A hospedagem solidária é uma forma de se hospedar de graça em casas de pessoas que se solidarizam com a sua situação. Você pode pedir hospedagem solidária se você estiver em uma emergência, como um desastre natural, uma crise política, uma doença grave, uma violência doméstica, entre outras. Você pode se hospedar em casas de pessoas que se cadastraram em plataformas online, como o Airbnb Open Homes, o BeWelcome ou o EmergencyBNB, oferecendo um espaço para quem precisa. 

Para pedir hospedagem solidária, você precisa se cadastrar em uma dessas plataformas, preenchendo seus dados pessoais, sua situação e sua necessidade. Depois, você pode buscar por hospedagens solidárias na cidade que você precisa, enviar uma solicitação e esperar pela resposta. 

É importante que você seja sincero, grato e respeitoso com as pessoas que te acolhem, seguindo as regras da casa e mantendo a privacidade. Você também pode oferecer sua casa para receber pessoas que precisam, se quiser. A hospedagem solidária é uma forma de viajar com apoio, compaixão e esperança.

10. Hospedagem religiosa

A hospedagem religiosa é uma forma de se hospedar de graça em lugares ligados a uma religião ou a uma espiritualidade. Você pode se hospedar em mosteiros, conventos, templos, ashrams, retiros, entre outros lugares pelo mundo. Você pode ter que seguir algumas normas, como horários, vestimentas, silêncio, orações, meditações, entre outras. 

Contudo, você também pode ter que contribuir com uma doação, uma refeição ou uma ajuda nas atividades. Para pedir hospedagem religiosa, você precisa se informar sobre os lugares que oferecem esse tipo de hospedagem na cidade que você quer visitar, entrando em contato por telefone, e-mail ou pessoalmente. 

É importante que você seja respeitoso, humilde e aberto com a religião ou a espiritualidade do lugar que você vai se hospedar, seguindo as orientações dos responsáveis e dos outros hóspedes. Você também pode oferecer seu espaço para receber pessoas que buscam hospedagem religiosa, se quiser. A hospedagem religiosa é uma forma de viajar com fé, paz e harmonia.

Espero que você tenha gostado dessas dicas de como se hospedar de graça pelo mundo. Lembre-se de que viajar não precisa ser caro, basta ser criativo, flexível e curioso.

Fonte: uol

Leia também:

O que fazer em Montevidéu em 5 dias

Como encontrar seguro viagem barato com boa cobertura

Como viajar sozinho: uma experiência libertadora e transformadora

5 passos para reservar voos baratos, veja como economizar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *